quinta-feira, 17 de julho de 2014

Notícias do lado de cá..

Oiê!

Não é mole mudar tanto e em tão pouco tempo, mas dessa vez já falei ao marido quero deixar a casa do meu jeito, do nosso jeito, nada de atrasar, nada de deixar pra depois, só pelo simples fato da casa não ser nossa. É, claro que mudanças drásticas não poderíamos fazer, mas me deixe encher de pregos, aonde tiver que encher de pregos, aonde tiver que grudar os contacts, aonde tiver que pintar uma parede, pra que atrasar a vida, ficar em uma casa, sem se sentir na 'sua casa'.
 Mas de todas as casas que já nos mudamos, essa certamente , é nosso numero, com espaço, ventilada, com o sol batendo, com a churrasqueira agregada a área da frente, um quintal enorme, que até pra manter limpo, é melhor. Muitos pontos positivos, só espero ficar nela, por um longo período.
 Olha já nem me lembro da antiga casa, pois tudo o que amo, trago comigo sempre, mudo os acessórios de lugar, tudo novo de novo.
 E a cada dia me encanto mais por essa nossa casinha..

Janela do quarto da filhota..


 
Tem caixotes na sala, no hall, na cozinha, tem pallets na varanda.
Logo eu mostro tudinho.
 
 
Um lindo restin de semana.
Bjú!

terça-feira, 1 de julho de 2014

Notícias do lado de cá + caixotes = ideia BBB

Oiê!

 Depois de um longo período sem internet ( Meldels! Como existíamos sem internet na década de 90?) ..Hahaha..
 E de organização da nova casinha, diga-se de passagem (mega casa, minha sala nova é =  a sala e a cozinha da casa antiga, juntas). Imagina pra limpar, já tô sofrendo, gente!!
 Mas é ótimo poder receber a família, amigos, sem apertos, crianças com a liberdade de ir  e vir sem mais atropelos, as vantagens são inúmeras. Estamos apaixonados!
 Mas tem muita coisa a organizar, por enquanto vou deixar um pedaço da sala, que já está do jeitinho que queríamos.
 Nossos amigos, nos presentearam com muitos caixotes e na ultima semana nos enviaram mais 6, fiquei histérica, feliz a beça. Todos sabem da minha paixão pelos caixotes, essa pegada sustentável, do reutilizável. Amo essa ideia.
 E na minha casa gosto disso, da decor com cara 'da gente', que a pessoa veja o quão fácil, barato e acessível é poder mudar sem gastar muito, aqui foi quase nada.
Um pedacinho da sala..


Os caixotes já envernizados (usei o verniz fosco)

 
 
Antes:
Os caixotes estavam pedindo socorro.
 
Pra colocar a mão na massa, tive que esperar o marido, sabe aquele medo de furadeira: eu tenho.
Marido agradece, pois se não existe esse meu medo, coitadinha das paredes.
 
Eles ficaram assim, parafusamos os três debaixo , para evitar os furos em excesso.
e serviu de apoio para  os de cima.

Depois..

Ficou assim ..


Notem que a prateleira de cima , está torta arrumaremos essa semana.
Mas estava em cólicas pra mostrar pra vocês. Não consegui esperar.
Esse raque\estante\home teather ficou a minha cara, né não? HAHA
Deixei só no verniz, por que gosto da ideia do imperfeito, rústico.

Ainda faltam:
* cortinas
*Quadros nas paredes
*Um tampo estampado para a minha mesa de centro.


Mas eu volto, mostrando tudo..


Lindo dia!
Bjú!


 






sexta-feira, 30 de maio de 2014

Mudança "de novo"

É, lá vem mudança, novamente.
Animada eu, imagina!!!
Estou tão cansada de mudar de casa, é a 6º em 5 anos. Meu ânimo é de um Jabuti, mas a euforia é de uma criança que acabou de ganhar um brinquedo novo, vai entender?  Mas, estava sendo necessária, essa nossa mudança. A casa estava pequena, com alguns probleminhas, extremamente quente no verão, e com muitos ( muitoooos) pernilongos, e outras cositas más., que se eu for enumerá-los, o post viraria um livro.
Tenho um marido que não fica aonde o incomoda, saímos para procurar e achamos uma casa maior, com dois banheiros e três quartos, espaçosa e com quintal.
 A mudança está marcada para  o comecinho de Junho, até lá estou no meio de caixas, sacos e muita bagunça.

Deixo um pouquinho da casinha..


 



Um brinde a 'nova' vida..
 
A salinha ..


Ela de manhãzinha ..

Ah, sentirei falta dessas flores.

 
Mas o mais importante é que:

 
Bora, para os novos cantinhos, novas possibilidades
Estamos felizes e contado os dias..
Ah, o "lar" vai para qualquer lugar que formos.
 
 
"Lar, é onde coração está"
 
Ficarei alguns dias sem a d. Net, organizando o caos, mas assim que conseguir apareço.
 
 
Lindo dia..
Bjú!
 
 

segunda-feira, 19 de maio de 2014

E nasceu uma nuvem ..

Sabe aqueles dias que você olha pra máquina e ela olha pra você, e rola um climinha? Pois bem, depois dos chamegos iniciais, peguei nela com gosto, me enfiei na máquina e só sai quando consegui fazer alguma arteirice, saiu meio torto, maiomeno, mas fiquei feliz.
Treinando, treinando..um dia chego lá!
Mas como é difícil, aprender a andar de bike, foi bem mais fácil..HEHE
E depois de muito desmanchar, nasceu uma nuvem

Nuvem dorminhoca...

Que fique bem claro, eu nada sei ..mas desconfio, que comecei a aprender.


Risquei com giz, sem molde nenhum..


Eu fingindo que sei costurar...
                                                                  Olha, desmanchei umas 3x..
                            Minha Nossa Senhora das Costureiras, tenha paciência comigo.
                                                                


Daí, nasceu a nuvem dorminhoca..
A desculpa é que nuvem pode ser torta.. cof,cof
 


Ela toda serelepe no meio das outras ( que não foram feitas por mim, e sim pela minha maninha) ...
Foto de um domingo preguiçoso..


Costurar (mesmo não sabendo), é uma ótima terapia ..



Ótima semana!
Bjs!!
 
 


 

sábado, 17 de maio de 2014

Adeus, mamadeira

 Calma, não virei um blog materno, longe disso .. mas a minha casinha é uma enorme colcha de retalhos, onde dá pra se falar de várias assuntos.
 Hoje eu vim falar de um acontecimento aqui de casa, o desmame ( da mamadeira).. Gente, é tão difícil como o desmame do peito. Felipe parou de mamar com um aninho ( minha mais velha também),que fique bem claro, sem traumas. E desde então, ele usa a mamadeira para o leite, outros líquidos sempre usou copo, acho válido incentivar os outros líquidos em copos, para que na hora de tirar, não seja um apocalipse lunar.
 De uns tempos pra cá venho conversando com ele a respeito da mamadeira
_ que é bacana sair, já é um homenzinho, e blá, blá ... .
 É,  tem que parti deles a decisão. E não, de nós .. nada de traumatizar a criança.
 Ele anda fascinada por livrinhos e apavorado com as lagartixas, então me deito com ele, até ele dormir, é tão gostoso, em menos de 10 minutos, ele (pluft) dorme.
 Mas antes " conta uma historinha , mamãe".. e eu conto. E comecei a perceber que ele não estava mais pedindo a mamada antes de dormir. Iupiii! .. A leitura deu certo, ele viaja tanto nas historinhas que acabou se esquecendo da mamadeira.
 Nessa quinta feira, ele amanheceu decidido, pediu a mamadeira e já falou que podia jogar fora, que ele iria tomar no popo = copo, eu ainda relutei, perguntei, mas ele foi taxativo, não, não quero mais.
 Jogamos fora, adeus mamadeira, bye bye ..



Fue,fuen, ..  Mas a tardinha, ele tornou a pedir a mamadeira, deitadinho. Eu falei com aquela dorzinha no coração.
_Filho, não dá pra mamar deitado, o leite vai derramar, agora é no copo. Jogamos ela fora hoje cedo, lembra? ..
_ Lembro mãe, me dá um copo bem cheio.
Não fez carão, nem resmungou e nem chorou querendo de volta.
_A vida é assim meu filho, tem decisões que tomamos, que não dá para voltarmos atrás, o leite é o mesmo, o chocolate também, só mudamos para o copo.
[ Confesso se ele tivesse feito a carinha tão linda de pidão, teria ido na mesma hora comprar uma mamadeira nova] .. Sou mãe, manteiga derretida, genty!
 Conversas antecipadas  desses vícios marotos, sempre funcionam, ou fazer troquinhas saudáveis, (no meu caso foram os livros e historinhas antes de dormir) também é uma ótima pedida. Vá com calma, cada criança tem seu tempo, quando menos esperar: pluft! O milagre acontece.

Meu Felipe tá crescendo e caiu minha ficha, já não tenho mais um bebê em casa.
Um outro ciclo, se inicia para ele,  que ele permaneça com essa essência de menino, companheiro e amoroso.. E que venha a nova fase..



                 Lindo fim de semana
                             Bjú!



quinta-feira, 15 de maio de 2014

Fofura do dia


Quando os filhos convivem no mesmo quarto, é super difícil delimitar espaços ou melhor ter espaço suficientes para os dois.
Hoje sei bem o que é isso, e o quarto dos meus, é bem pequeno, muita coisa guardada embaixo das camas, sem muito espaço para brincadeiras.
 Ando olhando muito desses beliches ( não sei o nome especifico), e uma coisa é certa: amplia o quarto que é uma beleza.

Veja se não tenho razão:

Percebemos logo, que são moradorAS. Mas se o seu caso, for igual ao meu, uma decor meio a meio, resolve essa parada. É só mudar os acessórios.
O grande pulo do gato: a prateleira, já é a escada.
E o apoio do beliche também, é uma prateleira.
Chama o marceneiro e manda fazer. EU SURTANDO

Esse toque de cinza e pink,
Ficou tão leve,chic..

Fiquei apaixonada por esse móvel!

Eu querendo, pra acabar com a baderna do quarto das crias..hihihi



Via: Pinterest

Um beijo estalado ..
Logo volto!